Breve

janeiro 3, 2010

Às vezes nos questionamos
sobre tantas coisas,
sobre o que move a Vida,
as pessoas, as amizades.
O que as pessoas pensam, como vivem, porque
choram, e esquecemos que somos breves.

Tão rápidos como um bocejar,
tão eternos quanto o primeiro som que ouvimos.

Por isso é importante valorizarmos
cada pessoas que nunca imaginamos
existir e que de repente entram na nossa Vida,
e vem para acrescentar, mais e mais
a tudo que já conseguimos.

Pessoas lindas de coração aberto.
Pessoas que sonham, que buscam seus sonhos,
tem ou fingem suas alegrias, enfim pessoas.
E só nos resta agradecer, é… agradecer.

E fazer dela, um cantinho de mais luz,
mais esperanças.

Esse é o amor que move o mundo.
Um amor irmão,
amor amigo,
amor ao próximo.
Amor sem egoismo, nesse mundo um tanto
tumultuado pela pressa.

A pressa que hoje em dia, a cada novo amanhecer,
faz da vida uma experiência infinitamente breve.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: