Loteria

outubro 26, 2009

39Chegou o final de mais uma semana pra mim. Estou cansado, pensativo e queria mais. Esperava que pudesse contar com o colo daquele encontro de ontem a noite e que me valeu um amanhecer mais quente, entrelaçado, sob os lençóis.

Apertei o meu andar e esperei – enquanto olhava a minha cara acabada no espelho –  que o elevador parasse. Abri a porta e me joguei no chuveiro. A água batendo forte bem no meio da minha cabeça e se espalhando pra todos os lados, quente. Queria o calor de uns abraços e de um bom beijo, mas a água quente me satisfazia a falta.

Lembro que fazem poucas horas  estava num bar aqui perto desejando meia dúzia e sendo desejado por outros 3. Quantas oportunidades numa mesma noite. Em algum apê da região alguém me esperava, também desejoso. Mas quando se tem oportunidades, nunca se sabe o que melhor escolher.

Perdi ainda umas horas entre meus drinques e a vontade de sair dali para os braços de um escolhido, ou ser escolhido por alguém. Como posso ser tão tolo, as oportunidades são como loteria, pode-se até sair vitorioso mas as chances disto acontecer são tão perdidas em milhões que a gente tem fé e no fundo não acredita mesmo.

Esta noite perdi nesta matemática complicada. Também não queria só ter o bilhete premiado, e sim vencer no jogo e ter o melhor prêmio. Estar solteiro tem destas coisas.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: